Gostar de Coisas "Ruins"

Nesses últimos dias tenho me incomodado muito, não é aquele tipo de incomodo que me dá raiva nem nada, é aquele que me faz pensar sobre tudo até agora. Desde criança eu sempre fui intensamente categórica: gostava ou não gostava e ponto final. Até hoje a teimosia é o que reina em mim, e sempre foi assim. Mas chega uma época da vida que ter uma opinião e conseguir mantê-la fica bem difícil. Sofremos influências de todos os lados: da família, dos amigos, da mídia... Mas o pior de tudo isso é a pressão criada pela sociedade para fazer um grupo e te enfiar nele. Eu já passei por isso, tentava gostar de coisas que realmente não tinham nada a ver comigo, enquanto em casa eu ouvia as músicas antigas do meu pai e dançava ao som de ‘Twist and Shout’. Eu tinha uma vergonha imensa de falar que gostava de certas coisas, porque achava que as pessoas não me aceitariam e fariam pouco caso, e assim aconteceu. Mas como todo pré adolescente, ser aceito é uma coisa importante, mas hoje já não vejo isso. Aprendi a aceitar a minha individualidade, gostar ou não gostar faz parte da Paula, e quem não aceitar assim, paciência.

Gosto de Madonna e de Sex Pistols ao mesmo, gosto de séries e filmes que ninguém mais gosta e critica. Não gosto de filme que todo mundo conheça, meu filme preferido é “Quase Famosos” e nunca vejo ninguém comentar sobre ele. Não acho Crepúsculo uma aberração. Gosto da Taylor Swift e Miley Cyrus, embora eu também ame os anos 80 e escute tudo daquela época. Tim Burton não é meu favorito e quer saber? Não sou um gênio em cinema. Memes e Menes não são legais. Café é só mais uma bebida. Odeio Naruto. Acho Pokemon um saco. Odeio a praia e não quero ficar bronzeada. Não gosto de nerds, boa parte que se autorotula nem são. Gosto de ser feminina: pintar as unhas, usar batom, me vestir bem, mas não gosto de frescurinhas. Já bebi e nem por isso sou uma má influência. Gosto de caras mais velho. Acho gatos bonitinhos, mas tenho nojo. Acredito em Deus, mas não concordo com a maioria das religiões. Amo astrologia e coisas esotéricas, mas não sou praticante de magia negra. Não sou fã da Marvel nem da DC. Mudo de opinião. Amo moda, mas não sou de aderir tendências. Não gosto de matemática. E sou aquele de tipo de fã psicótica, que compra discos e filmes, salva milhões de fotos no computador e imprime um monte para colar na parede e fica gritando igual uma retardada quando o ídolo aparece na TV.

Muita gente vai ficar p* da vida com isso, mas fazer o que cada um é cada um, e não tente ser quem você não é só para ser aceito por uma minoria idiota. Procure sempre ter opiniões que realmente condizem com vocês (deixa de ser retórico!). Tem gente que se acha superior só por ter um tipo de opinião, eu não acho, prefiro mil vezes aquele verdadeiro que gosta de coisas que eu odeio, do que aquele que fala gostar e na verdade não tem coragem de assumir que já gostou ou gosta de algo. Todo mundo gosta de algo “ruim”, não tem que ter vergonha, limpe a alma, seja você mesmo!

Postagem Relacionadas

16 Comentários

  1. Uaal
    adoorei esse seu texto
    eu também me sinto bastante diferente da boa maioria desse mundo mais ainda assim prefiro mil vezes ser como sou do que me juntar a todos!! *--*

    tenha uma ótima semana ;)
    grande beijo

    http://anywaybtfashion.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. É muito bom assumir as suas escolhas e se elas te fazem uma pessoa mais feliz dou maior apoio!
    Sempre haverá quem vai criticar, quem não vai entender...mas é a vida!

    Baci!

    Cowgirls from Hell

    ResponderExcluir
  3. Eu tenho gostos bem estranhos, odeio o que a maioria das garotas gostam,eu também não concordo com algumas ideias das religiões e acabo que sou tachada de ateia na escola, Acho que devemos ser o que somos desde sempre então se deixar abater por que não é igual ao outro.
    beijos

    ResponderExcluir
  4. Amei o texto e achei ótimo da sua parte mostrar a Paula que poucos conhecem ou "acham" que conhecem ^^
    E quem gostar gostou, quem não gostar? Problema! O importante é ser você e se sentir feliz sendo assim!

    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Eu achava engraçado quando alguém dizia que os anos 80 eram a "década perdida"... Nada mais falso...

    Mas pra esse povo cheio de preconceitos, nem esquento e ainda deixo pra eles as palavras do eterno Mário Quintana, no seu "Poeminha do Contra":

    "Todos estes que aí estão. Atravancando o meu caminho,
    Eles passarão.
    Eu passarinho!"


    Saber conviver com as diferenças é tudo de bom! ;D

    Beijão

    ResponderExcluir
  6. As ~vezes me sinto a esquisita, sou do contra, minhas amigas gostam de uma coisa e eu odeio, mais ser diferente é normal, gosto é gosto.
    Beeeeeeeeeeeeijo <3
    Seguindo aqui, retribui? *3*
    ~ Visita lá? só clicar no perfil :3

    ResponderExcluir
  7. gostei do texto, eu sou bem esquisita de todas. Me acho assim não gosto de nada do que as pessoas gostam! O.o
    woman-decides.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Adorei o post!!!
    Bjs....

    http://www.perfumesdapam.com/

    ResponderExcluir
  9. Adorei seu post, de verdade! Concordo com absolutamente tudo. Eu gosto de tanta, tanta, tanta coisa que a maioria do pessoal aqui da minha cidade não gosta... Mas acho que vale a pena a gente lutar um pouco pela nossa individualidade.

    http://officialgabi.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Você já deve ter visto que eu sou toda esquisita nos gostos também IHASHASIHDA esses animes e tal eu detesto e quase tenho fobia. Café, coisas esotéricas e tal, concordo 70% com você. Só gosto da marvel/DC <3 e por mais que eu veja memes, acho que eles banalizaram e transformaram muita coisa em idiotice HASDIHADI se for pra falar de tudo o que vc citou, meu comentário vai virar um post.
    Beijos ♥

    Conspirantes

    ResponderExcluir
  11. Gostei do texto bem interessante.
    http://imperfeitaadolescente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Nossa concordo plenamente com você! "prefiro mil vezes aquele verdadeiro que gosta de coisas que eu odeio, do que aquele que fala gostar e na verdade não tem coragem de assumir que já gostou ou gosta de algo. "
    Acho que gosto é que nem c* né? Cada um tem o seu! É clichê essa frase, mas é a pura verdade. Apesar de sermos "iguais", somos diferentes também e é essas diferenças que cada um tem que aceitar que existe em todas as pessoas.

    A unica coisa que NÃO aceito você dizer é que gatos são nojentos tá? Não sei como você pode achar isso D: Aposto que deve ter passado ou visto alguma coisa nojenta com eles, dai a partir disso começou a ter nojo dos pobres bichinho ;c
    ASHSAHUUHSAAHSUASUHSAUHSAUHA

    Enfim, AMEI teu texto!

    http://rascunhosdasuuka.com

    ResponderExcluir
  13. ruin para alguns, bom para outros haha

    http://himi-tsu.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. ameeeeei, e a verdade é que cada um tem seu gosto, e mesmo sendo minoria acho que não devemos mudá-lo.

    Flor, quero te fazer uma proposta, se eu te divulgar com seus banners (que são lindos) na minha barra lateral, você coloca o meu aqui da mesma forma? 3bjs , sucesso

    http://doonadaa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. adorei , isso quer dizer que tens personalidade forte...tambem sou assim


    VISITE
    Blog: umanoitemparis.blogspot.com
    Brechó: umanoitemparisbrecho.blogspot.com
    Brechó Fanpage: http://www.facebook.com/UmaNoiteEmParisBrecho

    ResponderExcluir
  16. Adorei o texto. Publiquei algo parecido em meu Facebook alguns dias atrás. Eu já não faço nada que não gosto e resolvi me assumir do jeitinho que sou, não importa se minhas opções e gostos estão de acordo com a moda ou com os rótulos.

    Fazendo isso, somos mais alegres! :D

    Beijos.
    http://pinupinsana.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada!!